lundi 14 mai 2007

A vagueza elaborada no ser em uma sociedade condicionada



A falta de algo, que completa nossa caminhada nesse mundo é de fato melancolico. Estamos extremamente perdidos nas desordens dos valores, das ações e dos sentidos. O mundo apenas nos pede para contribuir como força de trabalho e como potenciais consumidores exacerbados das inutilidades que a tecnologia nos oferece.

Nessa atmosfera, tudo se torna corrido e mal temos tempo para nossa construção " nos sumus agricola vitae" (tofu) , ao perder essa essência, nos tornamos coisas, somos coisificados por esse mundo individualista.

Mas o que mais me encomoda é o amor a ultima vista elucidado por Walter Benjamin no pensamento de Charles Baudelaire. Quem nunca passou por isso? Nos presenciamos com nosso amor, sentimos tudo e ela outrossim, portanto, não podemos parar, porque, o tempo nos cobra a continuidade do movimento, somos condicionados ao extenso labor. Todavia perdemos várias oportunidades que os efeitos são efetivados ao decorrer dos anos, mas mal sabemos sua causa ou esquecemos dela, pois, o extenso movimento nos exauri do deleito da memória.



A saga da melancolia não é naural, mas é essencial para o conhecimento do "eu".

1 commentaire:

Seth a dit…

"somos coisificados por esse mundo individualista."

Perfect. (Y)